1

Leia a prova

2

Customize a participação

3

Acesse / Cadastre-se

4

Confira os dados

5

Efetue o pagamento




TPM- TRILHA PARA MULHERES

Confira os dados e regulamento da prova.

Efetuar inscrição Clique aqui para se inscrever

Distâncias

4 KM


Local

PEDRA DO PODE-PETROLINA


Largada

07:00


Retirada de kits

PARQUE MUNICIPAL JOSEFA COELHO (ARENA I)


Encerramento das inscrições

27/11/2018

12/02/2018 07:00:00 (07:00)

Cristina Nunes
Documento do reponsável: 41826990410

 


ARTIGO 1º – INTRODUÇÃO. I. A II TPM (Trilha Para Mulheres), edição 2018, é um evento de ciclismo competitivo, na modalidade de Mountain Bike, promovido pelo Projeto Ciclistas Sertanejas e destinado EXCLUSIVAMENTE ÀS MULHERES. Esse evento é realizado nas áreas do sertão nordestino. Em 2018, a competição será realizada na modalidade XCO, com trilha em circuito, em Pernambuco, no Sertão do Médio São Francisco, no município de Petrolina.

ARTIGO 2º - DO LOCAL, DA PROGRAMAÇÃO E DO REGULAMENTO II. Em sua edição de 2018, a II TPM será realizada no dia 02 de dezembro (domingo), a partir das 7:00 horas, no circuito da Pedra do Bode, próximo à lateral do Condomínio Portal das Águas, no Bairro Pedra do Bode, em Petrolina. III. A II TPM é organizada por este regulamento, aplicável a todas as ciclistas, dirigentes, mecânicos/as, técnicos/as auxiliares, motoristas, comissários/as, etc. e àquelas pessoas que, de alguma forma, estejam envolvidas na prova. Esta é, essencialmente, uma prova de resistência, persistência, experiência, estratégia, técnica e estado de espírito, além de diversão.

ARTIGO 3º - DAS RESPONSABILIDADES DA COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO IV. A Comissão de Organização é responsável por fazer cumprir a data e disposições deste regulamento e justificar as alterações, quando cabíveis. Poderá a Comissão de Organização e/ou seus dirigentes suspender/em o evento por questões de segurança pública, atos públicos, vandalismo e/ou motivos de força maior, com aviso prévio às participantes. 

ARTIGO 4º - DAS CATEGORIAS E TEMPO DE PROVA V. Para se inscrever nas categorias, levar em conta a idade completa em 31/12/2018.

 

                                                      PRIMEIRA BATERIA

CATEGORIA

HORÁRIO DA LARGADA

IDADE

NASCIDAS

TEMPO DA PROVA

Master B

7h

De 41 anos em diante

De 1977 e anos anteriores

1 hora + 1 volta

Turismo

7h

De 15 anos em diante

De 2003 e anos anteriores

40 minutos + 1 volta

 

 

                                                      SEGUNDA BATERIA

CATEGORIA

HORÁRIO DA LARGADA

IDADE

NASCIDAS

TEMPO DA PROVA

Elite

9h30min

De 18 anos em diante

De 2000 e anos anteriores

1h40min + 1 volta

Master A

9h30min

30 a 40 anos

De 1978 a 1988

1h20min + 1 volta

Open

9h30min

De 18 anos em diante

De 2000 e anos anteriores

50 minutos + 1 volta

 

VI. Todas as categorias descritas acima estarão disponíveis à inscrição. Porém, cada categoria só será efetivamente concretizada, no dia da prova, se houver um número mínimo de 7 (sete) atletas inscritas. O que contará na efetivação da categoria será o NÚMERO DE INSCRIÇÕES (com pagamento quitado), independentemente do número de atletas presentes na hora do início da prova. Caso não seja atingido esse número mínimo de atletas inscritas em alguma categoria; tal categoria terá a idade limite ampliada, incorporando as atletas da(s) categoria(s) com idade mais próxima. (Exemplo: se a categoria MASTER A não tiver suficiente número de atletas inscritas, a idade dessa categoria seria ampliada, incorporando a categoria Master B. Portanto, MASTER A teria idade de 30 anos em diante e a categoria MASTER B seria eliminada. Neste exemplo, a prova só teria a categoria MASTER A). 

A Comissão Organizadora informará, periodicamente, a situação do número de inscrições por cada categoria e as que já estarão previamente confirmadas. De forma a garantir que todas as categorias existam, efetivamente, solicitamos às atletas inscritas que incentivem outras mulheres a se inscreverem. A categoria OPEN é destinada às mulheres que são ciclistas amadoras (que já estão pedalando bem em trilha e tenham domínio técnico) e ciclistas profissionais de mountain bike (que não tiveram condição de treinar no período que antecede a prova). VII. Nas categorias TURISMO e OPEN será aceito o uso de bicicletas tipo “Bicicross”. O objetivo dessa decisão é de dar oportunidade àquelas mulheres que não têm condições financeiras de comprar bicicletas profissionais e, ao mesmo tempo, divulgar o ciclismo entre as mulheres.

ARTIGO 5º - DA LARGADA VIII. As categorias TURISMO e OPEN largarão numa primeira bateria e as categorias ELITE; MASTER A e MASTER B largarão numa segunda bateria. ARTIGO 6º - DO PONTO DE APOIO E DOS PONTOS DE CONTROLE (PC). IX. O ponto de concentração das atletas será no local da organização da prova, onde, também, será feita toda a fiscalização, com checagem da ordem de passagem das atletas, para fins de classificação dos resultados. O ponto de apoio será a 100 metros do Ponto de Concentração. No Ponto de Apoio será realizada a distribuição de água. Ao longo do percurso haverá Pontos de Controle (PC), para checar a passagem dos atletas e a distribuição de água. 

ARTIGO 7º - DA SEGURANÇA DAS ATLETAS X. Será obrigatório o uso de capacete de ciclismo (afivelado), camisa, short, luvas e sapatilha ou tênis. A organização da prova recomenda o uso de óculos, de preferência escuro, ficando este item a critério das atletas. XI. Em caso de acidente, permanecer no local para atendimento. O circuito da prova tem trechos abertos ao trânsito de veículos, inclusive com um pequeno trecho na área urbana. Recomendamos atenção e cuidado, transitando sempre pela direita. XII. Será proibida a participação, na prova, de atletas utilizando fones de ouvido. O desrespeito à essa norma gerará a desclassificação da atleta.

ARTIGO 8º - DO PERCURSOS E DAS NORMAS DE TRÂNSITO XIII. O percurso da II TPM será de 4 km, em trechos de trilhas (maior parte) e partes em estradas vicinais. A organização do evento não tem o direito de uso exclusivo das estradas vicinais durante o evento. Haverá, no percurso, sinalização da prova. Porém, pode haver tráfego de veículos leves e pesados. Portanto, todas as leis e sinalizações de trânsito (estabelecidas pelo Código Nacional de Trânsito) deverão ser obedecidas e respeitadas, rigorosamente, por todas as ciclistas.

ARTIGO 9º - DA ALTERAÇÃO DO PERCURSO E DAS BATERIAS XIV. Por motivo de força maior e com aviso prévio, a Comissão de Organização da prova poderá alterar ou modificar algum trecho do percurso ou ainda alguma(s) bateria(s) ou tempo da prova com antecedência de 48 horas. Neste caso, a organização transmitirá às competidoras as alterações realizadas. 

ARTIGO 10º - DAS INSCRIÇÕES XV. Poderão se inscrever para participar da II TPM – edição 2018 - as atletas profissionais e amadoras de ciclismo, a partir dos 15 anos de idade. As inscrições estarão abertas a partir do dia 07/09/2018. Ao se inscrever, as atletas, automaticamente, aceitam todas as condições de participação deste evento, constantes no regulamento. As atletas menores de 18 anos de idade só poderão participar com autorização, por escrito, dos pais ou responsáveis legais, que deverá ser entregue até as 08h do dia 01/12/2018. XVI. As inscrições podem ser feitas de 2 maneiras: a) Através do site www.cronoschip.com.br, de 07/09/2018 a 30/11/2018. b) Nas lojas de bike de Petrolina: Stillus Bike; Nilo Bicipeças e Reis Bike Wear. XVII.

O valor de inscrição será de: 

CATEGORIA

De 15/09/2018 a 15/11/2018

De 16/11/2018 a 28/11/2018

Elite

100,00 + taxa

140,00 + taxa

Master A

70,00 + taxa

90,00 + taxa

Open

50,00 + taxa

50,00 + taxa

Master B

70,00 + taxa

90,00 + taxa

Turismo

50,00 + taxa

50,00 + taxa

 

XVIII. O pagamento da inscrição será feito on-line ou nas lojas de bike: Stillus Bike; Nilo Bicipeças e Reis Bike Wear. A data máxima de inscrição será 28/11/2018. XIX. Após a efetivação das inscrições, a Comissão de Organização do evento não reembolsará o valor da inscrição à s participantes que desistirem do mesmo. O reembolso do valor da inscrição só será realizado se houver o cancelamento da prova. XX. A inscrição é pessoal e intransferível, não podendo qualquer pessoa ser substituída por outra, qualquer que seja a alegação. As atletas só poderão se inscrever em uma única categoria. Caso alguma atleta se inscreva em mais de uma categoria, só será considerada a última ou a categoria que a atleta pedir a substituição, até o dia 23/11/2018. XXI. A entrega do kit e da numeração da bike será feita no dia 01/12/2016, às 16:00hs, no Parque Municipal Josefa Coelho, na Arena I, ao lado da Academia Pollo. XXII. Haverá uma reunião técnica (briefing), no dia 01 de dezembro de 2018, logo após a entrega dos kits, no mesmo local, onde serão apresentados todos os detalhes da prova. XXIII. No ato da retirada do kit cada participante deverá portar seu documento oficial de identificação e assinar o termo de responsabilidade da prova e já ter lido o regulamento, não podendo alegar falta de conhecimento do mesmo. XXIV. A retirada do kit só poderá ser efetivada por terceiros mediante apresentação de autorização especifica para este fim (constando, no conteúdo da autorização, declaração de já ter lido o regulamento) e cópia de documento de identificação da(s) inscrita(s). 

XXV. Será imprescindível que a atleta fique atenta às condições de participação no evento. Em casos de descumprimento das condições abaixo discriminadas, a atleta poderá sofrer sanções. XXVI. Não fornecer falsas informações na ficha de inscrição e cadastro. Caso isso seja confirmado, será cancelada a inscrição e eventual premiação. Poderá, ainda, ficar suspensa dos próximos eventos promovidos pelo Projeto Ciclistas Sertanejas. XXVII. A atleta poderá prosseguir o percurso a pé, desde que sua bicicleta esteja presente (carregada, arrastada ou empurrada) pela própria atleta. XXVIII. A participante não poderá ceder seu numeral de identificação ou bicicleta a outra competidora. Nesse caso, a atleta que ceder e a que receber serão desclassificadas e ainda responsáveis por quaisquer acidentes ou danos que a outra competidora venha sofrer. XXIX. É terminantemente proibido \"cortar caminho\", pedalar fora do percurso, entrar em desvios e competir com bicicleta sem numeração. O desrespeito a alguma dessas regras acarretará na desclassificação da atleta. XXX. Não cometer quaisquer atitudes antidesportivas ou agressivas contra as organizadoras, patrocinadores, fiscais, competidoras ou público presente. XXXI. Não desrespeitar as organizadoras, patrocinadores, fiscais, competidoras, público presente e este regulamento. XXXII. Não fazer qualquer atividade promocional (distribuição de brindes, folhetos e propaganda, vendas, etc.) sem o consentimento da organização do evento. XXXIII. Preservar o meio ambiente e recolher seu lixo em local apropriado. XXXIV. Será desclassificada, sem direito a recurso, a atleta que incitar conflitos entre participantes, organizadoras, fiscais e patrocinadores. XXXV. Durante a realização da prova é de responsabilidade da atleta suas condições físicas e de saúde para poder competir, estando tácito de que, ao largar, a atleta confirma essas condições. As equipes médicas ou de primeiros socorros que trabalham no evento prestarão somente os primeiros socorros e encaminharão a acidentada para uma unidade de saúde mais próxima do local. XXXVI. À organização da prova reserva-se o direito de vetar qualquer equipamento ou acessório que julgue inadequado para a utilização no evento. Todo equipamento que a atleta utilizará na prova poderá ser checado pela organização, momentos antes da largada, e ter seu uso vetado, caso seja considerado impróprio ou de risco para participação no evento. XXXVII. Não haverá reembolso, por parte da organização, bem como seus patrocinadores e apoiadores, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos participantes no evento, independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízo que, por ventura, as atletas venham a sofrer durante a participação neste evento; XXXVIII. A concentração do evento será o Ponto de Apoio. As atletas terão direito de trazer suas equipes de apoio. Neste ponto, as equipes poderão dar assistência mecânica, hidratação e alimentação às atletas. Este apoio poderá ser feito, desde que não prejudique outras atletas. O apoio fica restrito às normas deste regulamento. Durante as ações de apoio de equipe, caso haja prejuízo a outras atletas ou que alterem o resultado de chegada, a atleta beneficiada será desclassificada. XXXIX. As equipes poderão montar sua infraestrutura com tendas, sombrinhas, cadeiras, etc., para apoio às atletas, apenas nas áreas permitidas pela organização do evento. LV. Nenhum veículo será autorizado a ficar na área da Comissão de Organização do evento ou na área do Ponto de Apoio; LVI. Não será permitido o uso de geradores que façam barulho ou que soltem fumaça; LVII. Não será permitido o uso de aparelhos ou instrumentos de som que não sejam da organização; LVIII. Não será permitido o uso de botijões de gás no local da concentração, no ponto de apoio ou nas tendas e barracas; LIX. Não será permitida a reserva de espaços de áreas para a montagem de tendas, exceto as autorizadas pela organização; LX. A organização irá disponibilizar às participantes, ambulância no local da concentração do evento para prestação de primeiros socorros em caso de acidentes. Caso seja necessário, o atendimento médico de emergência, a remoção será efetuada para a unidade de saúde mais próxima. Caso ocorram acidentes, durante o percurso, será feita a comunicação à Comissão de Organização para os devidos fins de socorro;

ARTIGO 12º - DAS CONDIÇÕES DE PREMIAÇÃO LXI.

A cerimônia de premiação ocorrerá após o término dos trabalhos de apuração, divulgação e de eventuais recursos dos resultados. Nesta cerimônia, todas as atletas deverão estar uniformizadas. LXII. Não serão aceitas representantes, salvo em situação adversa, com justificativa comprovada, motivada por doença ou mal-estar da atleta, após a chegada da corrida, que impossibilite à mesma fazer esforço físico. As atletas que não se apresentarem ao pódio na hora da premiação (salvo os casos já citados ou de comunicação prévia, por motivo de viagem) perderão o direito à premiação, sendo substituída pela atleta logo a seguir na ordem de chegada, na respectiva categoria. Também perderá direito à premiação as atletas que forem desclassificadas por descumprimento das normas do regulamento ou que não perfizerem devidamente o percurso. LXIII. A Comissão de Organização do evento, bem como seus patrocinadores e apoiadores não se responsabilizam por prejuízos ou danos causados pela atleta inscrita na prova, a terceiros ou outras participantes, sendo seus atos de única e exclusiva responsabilidade da mesma.

 

Artigo 13º - DOS DIREITOS E DEVERES DAS ATLETAS

LXIV. A atleta deverá estar ciente e aceitar os termos deste Regulamento e o Termo de Responsabilidade na hora de se inscrever ao evento. LXV. A atleta tem direito de usar propagandas de patrocinadores, exceto no kit numérico. ATENÇÃO: No pódio está proibida a utilização de banners ou faixas de qualquer material ou tamanho. A atleta, no pódio, poderá usar a logomarca de seus patrocinadores apenas na roupa ou bonés. LXVI. A atleta garantirá seus direitos, em caso de atos e atitudes que julgou ilícitas ou que vão contra este Regulamento; entrando com Recurso por escrito. a) O Recurso pode ser apresentado à Comissão Organizadora durante ou em até 48 horas após o término da prova; b) A apresentação do Recurso durante e após a prova deverá ser entregue por escrito (podendo ser manuscrito) pela atleta que o solicita. O Recurso deverá ser assinado por uma testemunha; c) A atleta deve anexar provas dos atos e atitudes que julgou ilícitas ou que vão contra este Regulamento. São consideradas como provas: fotos, vídeos ou testemunho de pelo menos 01 (um) membro da organização da prova (PC – Ponto de Controle) ou 02 (duas) atletas (podendo ser manuscritos); d) A Comissão Organizadora deverá julgar o recurso e dar a chance de defesa às atletas envolvidas na denúncia e, só depois, dar o resultado do recurso e a devida punição, caso seja necessária, de acordo com este Regulamento. e) A Comissão Organizadora pode abrir investigação de fatos ilícitos ou que vão contra este regulamento com a denúncia relatada por membro da organização da prova (PC – Ponto de Controle) durante ou logo após a prova, sem a necessidade de que se apresente recurso de atleta. LXVII. Ao realizar sua inscrição, a atleta, automaticamente, concorda com a cessão de seus direitos de imagem à TPM – Trilha Para Mulheres e ao Projeto Ciclistas Sertanejas. Ao participar deste evento, cada participante está incondicionalmente aceitando e concordando em ter sua imagem divulgada através de fotos, vídeos, filmagens, rádio, jornais, revistas, internet e/ou televisão, ou qualquer outro meio de comunicação ou publicidade, para usos informativos, promocionais ou publicitários relativos à prova, sem acarretar nenhum ônus às organizadoras, patrocinadores ou meios de comunicação. LXVIII.O Projeto Ciclistas Sertanejas e a TPM – Trilha Para Mulheres – são contra o uso de Dopagem: “Dopagem (“doping”, em inglês) é popularmente conhecida como a utilização de substâncias ou métodos proibidos, capazes de promover alterações físicas e/ou psíquicas que melhoram artificialmente o desempenho esportivo do/a atleta. No âmbito dos organismos nacionais e internacionais antidopagem, incluindo a ABCD (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONTROLE DE DOPAGEM), a definição de Dopagem é mais abrangente e está relacionada com a ocorrência de uma ou mais violações às regras estabelecidas nos artigos 2.1 a 2.10 do Código Mundial Antidopagem. Verifique o Código e informe-se.”  “O Código Mundial Antidopagem estabelece em seus artigos 2.1 a 2.10 as seguintes situações consideradas como sendo casos de Dopagem: 2.1. A presença de uma Substância Proibida, de seus Metabolitos ou Marcadores na Amostra de um/a Atleta. 2.2. Uso ou Tentativa de Uso de uma Substância ou Método Proibido por um/a Atleta. 2.3. Fuga, Recusa ou Falha em se submeter à coleta de Amostras. 2.4. Falhas de Localização. 2.5. Fraude ou Tentativa de Fraude de qualquer parte do processo de Controle de Dopagem. 2.6. Posse de uma Substância ou Método Proibido. 2.7. Tráfico ou Tentativa de Tráfico de uma Substância ou Método Proibido. 2.8. Administração ou Tentativa de Administração a um Atleta em Competição de qualquer Substância ou Método Proibido, ou Administração ou Tentativa de Administração a um Atleta Fora-de-Competição de qualquer Substância ou Método proibido Fora-de-Competição. 2.9. Cumplicidade. 2.10. Associação Proibida.” INFORMAÇÕES OBTIDAS NA PÁGINA DA ABCD: http://www.abcd.gov.br/ Acesso as 13h37m no dia 11 de agosto de 2018.

 

PORTANTO, ATLETAS QUE RECEBEREM PUNIÇÕES DE FEDERAÇÕES E CONFEDERAÇÕES DESPORTIVAS POR DOPAGEM TAMBÉM ESTARÃO SUSPENSAS DE NOSSAS PROVAS OU PROIBIDAS DE PARTICIPAREM.

 

LXIX. A abertura do grid de largada será às 6h30min. A LARGADA da primeira bateria será às 7h.eira bateria. A LARGADA da segunda bateria será à 9h30mi9n. A organização poderá antecipar ou retardar as largadas, com aviso prévio de 30min; LXX. Após o término da prova a atleta deverá, apresentar-se aos comissários de conferência no local da largada para validar sua chegada e entregar a placa de identificação numérica. A perda da placa de identificação numérica gera desclassificação da prova. LXXI. A ATLETA DEVERÁ RESPEITAR A ORDEM DE LARGADA ESTABELECIDA DE SUA DEVIDA CATEGORIA; O DESCUMPRIMENTO PODERÁ TER COMO PUNIÇÃO DESDE O ACRÉSCIMO DE 2 MINUTOS NO SEU TEMPO FINAL ATÉ A DESCLASSIFICAÇÃO DA PROVA. HAVERÁ DESCLASSIFICAÇÃO CASO SE APURE QUE A ATLETA INFRATORA TIROU VANTAGEM OU ATRAPALHOU OUTRA ATLETA DURANTE A PROVA, DEVIDO À SUA LOCALIZAÇÃO ERRADA NA LARGADA. TAL CONDUTA INDEVIDA DEVE SER COMPROVADA POR FOTOS, VÍDEOS OU TESTEMUNHO DEVIDAMENTE REGISTRADO À COMISSÃO ORGANIZADORA, CONFORME ARTIGO 13º, PARÁGRAFO c) DESTE REGULAMENTO. LXXII. Não será permitida a troca de bicicleta ou peças durante a prova. LXXIII. Não é permitido, em todo o percurso, que a ciclista receba ajuda no deslocamento, sendo empurrada ou arrastada por pessoas, carros, motos ou por outras atletas. LXXIV. UTILIZAR REBOQUE OU SER EMPURRADA POR VEÍCULOS MOTORIZADOS GERARÁ DESCLASSIFICAÇÃO. TAIS INFRAÇÕES DEVEM SER COMPROVADAS POR FOTOS, VÍDEOS OU TESTEMUNHO DE MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO (PC) OU ATLETAS. OS RECURSOS DEVEM SER DEVIDAMENTE REGISTRADOS CONFORME ARTIGO 13º, PARÁGRAFO c) DESTE REGULAMENTO. LXXV. É PROIBIDO QUE A ATLETA INSCRITA RECEBA APOIO DE OUTRA ATLETA, SEJA ELE INSCRITA NA PROVA OU NÃO (PIRATA, PIPOCA) EM QUALQUER MOMENTO DA PROVA, SENDO EMPURRADA OU ARRASTADA, NÃO SENDO PERMITIDO O CONTATO FÍSICO COM O ATLETA OU COM SUA BICICLETA. CASO ISSO OCORRA; TAL FATO DEVE SER COMPROVADO POR FOTOS, VÍDEOS OU TESTEMUNHO DE MEMBRO DA ORGANIZAÇÃO DA PROVA OU DE ATLETAS DEVIDAMENTE REGISTRADAS. A PUNIÇÃO (CASO SEJA COMPROVADO O DELITO) PODERÁ SER DE 2 MINUTOS DE ACRÉSCIMO EM SEU TEMPO FINAL ATÉ A DESCLASSIFICAÇÃO DA PROVA E A ATLETA É OBRIGADA A DEVOLVER TODOS OS PRÊMIOS QUE RECEBEU (TROFÉUS, DINHEIRO E BRINDES). TAL ATO DEVE SER REGISTRADO DE ACORDO COM ARTIGO 13º, PARÁGRAFO c) DESTE REGULAMENTO. LXXVI. Atenção para o PC (Ponto de Controle) de circuito, onde haverá identificação. LXXVII. No caso de corte do percurso a atleta infratora pode ser punida desde o acréscimo de 2 minutos no seu tempo final, até a desclassificação da prova; dependendo do grau de benefício que o corte favoreceu a atleta. LXXVIII. A organização determinará um tempo limite de prova válido para a cronometragem oficial de acordo com as condições climáticas e o circuito. No caso de acidentes, a atleta deve permanecer no local até a chegada da equipe de resgate, e permitirá todas as ações necessárias para seu socorro e transporte para a unidade de saúde escolhida pela organização; ficando sob sua responsabilidade todos os procedimentos tomados após esta etapa de primeiros socorros.

ARTIGO 15º - DAS PREMIAÇÕES – POR CATEGORIA

LXXIX. Na TPM 2018, as premiações das categorias serão: Todas as participantes que concluírem a prova, de qualquer categoria, receberão medalha de participação.

                     PREMIAÇÃO

CATEGORIA

1º LUGAR

2º LUGAR

3º LUGAR

4º LUGAR

5º LUGAR

Elite

R$ 500,00 +

troféu

R$ 400,00 +

troféu

R$ 300,00 +

troféu

R$ 200,00

+ troféu

R$ 100,00

+ troféu

Master A

R$ 400,00 +

troféu

R$ 300,00 +

troféu

R$ 200,00 +

troféu

Troféu

Troféu

Open

Troféu

Troféu

Troféu

Troféu

Troféu

Master B

R$ 400,00 +

troféu

R$ 300,00 +

troféu

R$ 200,00 +

troféu

Troféu

Troféu

Turismo

Troféu

Troféu

Troféu

Troféu

Troféu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LXXX. A TPM – Trilha Para Mulheres - é organizada através do Projeto Ciclistas Sertanejas, que possui a participação de diversas atletas de diferentes grupos de ciclismo de Petrolina, Ouricuri, Araripina e Ipubi. A prova TPM recebe apoio de diversas empresas e pessoas físicas. LXXXI. Quaisquer dúvidas, questionamentos ou reclamações relativas a algum assunto ocorrido, que não conste neste regulamento, deverão ser apreciados pela Comissão de Organização da prova. 

 

CONTATOS:

Cristina Nunes (Petrolina) – (87) 98813-1512

cristinanunespe@hotmail.com

Claudeane Lopes (Petrolina - (87) 99616-0506

claudeanelopes_2008@hotmail.com






Parceiros Cronos